Em Ubá, Minas Gerais, durante toda nossa infância e adolescência vimos mamãe cozinhar em pesadas panelas de pedra, no fogão de lenha da cozinha de casa.

Em São Paulo, onde moramos há alguns anos, temos um fogão de lenha, e nele, procuramos repetir algumas daquelas delícias típicas mineiras.

Os pratos mais apreciados pelas visitas são a Canjiquinha com Costelinha, a Vaca Atolada e os doces: Caçarola Italiana, Mineiro-com-Botas e a Broa de Fubá com queijo.

 

DO JEITINHO DE MINAS

(Em todas as livrarias do Brasil. Não encontrando envie um e-mail para: celiaecelma@celiaecelma.com.br)

A nova mulher praticamente deixou os afazeres domésticos para disputar o mercado de trabalho com o homem. E com as facilidades da vida moderna, que fornece ao consumidor os alimentos quase prontos e ainda com a comodidade de se comer em restaurantes, a cozinha deixou de ser o centro da casa.

Depois do nosso primeiro livro de receitas, “A cozinha caipira de Celia & Celma”, ainda empenhadas em preservar as tradições culinárias, continuamos o trabalho de recolha das receitas em nosso estado, Minas Gerais, com a intenção de deixá-las registradas, principalmente para as futuras gerações.

Concluímos que o ideal seria apresentá-las em um novo livro, porém mais abrangente, juntando às receitas, preciosidades do folclore alimentar, como provérbios, simpatias, adivinhas, trovas, além de curiosidades e dicas para seu dia-a-dia.

E também acoplado ao livro, o CD com 15 receitas musicadas, versejadas e interpretadas por nós, em ritmos variados. A “Canjiquinha com costelinha” é um xote, o “Tutu de feijão”, um samba, o “Pé de Moleque”, uma moda de viola.

A Editora Senac editou livro e Cd, que desde agosto de 2006 se encontram à sua disposição no mercado. O texto de apresentação foi feito carinhosamente pelo Ziraldo e as orelhas, escritas pelo jornalista e crítico gastronômico, J. A. Dias Lopes.

Durante o processo de elaboração desse novo livro, fomos nos envolvendo com seu conteúdo e criamos figuras em argila para ilustrar as páginas, recordando nossa infância, quando então brincávamos de “casinha”, fazendo panelinhas de barro, colhido da beira do rio que passava no fundo do nosso terreiro.

Divulgando o livro (Do Jeitinho de Minas).

Programa do Jô - Rede Globo Autógrafos no Mercado Municipal de São Paulo

Com Ziraldo autografando o livro “Do Jeitinho de Minas” no Rio de Janeiro

Com Ziraldo

 


PRÊMIO GOURMAND WORLD COOKBOOK AWARDS

O livro Do Jeitinho de Minas, foi premiado no concurso Gourmand World Cookbook Awards, de 2006, na categoria Culinária Regional. Criado em 1995, esse é o maior prêmio de gastronomia e vinhos do mundo.
Concorremos com 17 países, entre eles, Inglaterra, Espanha, Portugal, Índia, China, Estados Unidos e África do Sul. Foi o único livro da América do Sul presente nessa categoria. Estivemos presentes na cerimônia de premiação, em Pequim, na China, dia 7 de abril, em noite de gala no Teatro Dragon Spring.

Recebendo o Prêmio Gourmand  World Cookbook Awards
Na cidade proibida em Pequim
Celia & Celma recebendo o Prêmio Gourmand World Cookbook Awards
Na Cidade Proibida em Pequim

Se você quiser, pode ouvir agora duas músicas do CD, aprender as letras e fazer cantando alguns dos mais apreciados pratos de nossa terra!
E também pode copiar e tentar fazer, seis gostosas receitas que estão no livro.


RECEITAS CANTADAS:

 

  “Canjiquinha com Costelinha”

  “Tutu de Feijão”


RECEITAS ESCRITAS:

Argolinhas de Anjo

1 garrafinha de leite-de-coco
½ kg. de maisena
1 colher de sobremesa de manteiga
3 gemas
2 xícaras de açúcar fino
Amassar todos os ingredientes com as mãos. Fazer biscoitinhos com tirinhas de massa, formando argolinhas. Assar em forno médio, em tabuleiro untado.


Ambrosia Fácil

1 lata de leite condensado
1 lata de leite
4 gemas ligeiramente batidas
4 claras ligeiramente batidas
Misturar o leite condensado com o leite e levar ao fogo, durante uns 20 minutos, mexendo sem parar. Acrescentar as gemas, mexer e em seguida adicionar as claras. Cozinhar mais uns 5 minutos.
Depois de frio, colocar em vasilha de vidro.

Biribas ou Getúlio

2 latas de leite condensado
1 coco grande ralado
1 colher (sopa) de manteiga ou margarina
2 ovos batidos separadamente ( claras e gemas )
Uvas-passas sem sementes

Misturar bem os ingredientes e despejar a massa em forminhas de alumínio forradas com forminhas de papel. Colocar uma uva-passa no centro de cada uma e corar ligeiramente no forno, dentro de uma assadeira.

Lavínia

Fazer uma calda grossa com 500 gramas de açúcar cristal e um copo d’água; depois de fria,
adicionart 1 coco ralado, 3 colheres de manteiga, 6 colheres de queijo parmesão ralado, 6 ovos
(claras em neve), 1colher de fermento em pó, 1 xícara (chá) de farinha de trigo.
Misturar bem, assar em tabuleiro untado. Cortar no dia seguinte e passar no açúcar.

Bolinhos de arroz e batata com queijo

2 xícaras (chá) de arroz cozido
4 batatas (médias) cozidas e amassadas
2 ovos
3 colheres (sopa) de queijo parmesão ralado
salsa e cebolinha picadinhas
1 pitada de sal
pedacinhos de queijo-de-minas para o recheio

Misturar e amassar todos os ingredientes (exceto o queijo) e enrolar os bolinhos. Fazer um furo com o dedo e colocar em cada bolinho, um pedacinho de queijo. Fechar e alisar bem a massa. Fritar aos poucos em óleo quente.



Rocambole de Arroz

2 xícaras ( chá ) de sobra de arroz
2 xícaras de leite
1 xícara de farinha de trigo
½ xícara de óleo virgem
3 ovos inteiros
1 xícara de queijo parmesão ralado
1 colher (sopa) de fermento em pó

Acender o forno e untar o tabuleiro. Colocar os ingredientes no liquidificador, sem o
fermento. Bater bem, por último misturar 1 colher (sopa) bem cheia de fermento. Despejar no tabuleiro untado, assar. Depois de assado, virar sobre um pano úmido, para enrolar sem quebrar.
Espalhar o recheio que preferir: sardinha, frango desfiado, carne moída, etc...
Com a ajuda do pano, enrolar a massa. Cobrir com maionese e polvilhar queijo ralado. Cortar em rodelas e servir.

Lançamentos do livro "Do jeitinho de Minas"

SESC CATANDUVA - (SP)
02/dez/07

SESC POMPÉIA - (SP)
17/out/07

SESC CONSOLAÇÃO - (SP)
14/ago/07

SESC PINHEIROS - (SP)
11/jul/07 e 21/jul/07

Fest ler - Juiz de Fora (MG)
01/jun/07

Mercado Municipal (SP)
25/jan/07

Faculdades FAGOC / Ubá (MG)
23/dez/06

Festival Internacional de Cultura e Gastronomia de Tiradentes (MG)
Show de lançamento do livro - Botequim (Largo das Forras) - 26/ago/06

Senac Tiradentes (MG)
Sessão de autógrafos – 25/ago/06

FNAC (SP)
Show de lançamento do livro e sessão de autógrafos - 22/ago/06

Modern Sound (RJ)
Show de lançamento do livro e sessão de autógrafos - 15/jan/06

 

PARA CONTRATAR A APRESENTAÇÃO DAS RECEITAS CANTADAS, COM CELIA & CELMA E SEUS MÚSICOS, VER O LINK SHOWS”    


High gastronomy recipes have musical versions in a book

Celia and Celma, researchers and singers, recover Brazilian popular culture, mixing the Minas cuisine with regional folklore and music

A nice chat in the cozy kitchen and the joy of popular festivals and street fairs with noisy merry-making – this is the spirit of the book entitled Minas Finds a Way: Regional Cuisine (Do jeitinho de Minas: culinária regional), by the countryside singers Celia and Celma, from Minas Gerais, Brazil. Minas Gerais, known simply by Minas to the locals, is one of the states in Brazil which enjoys strong cultural and gastronomical traditions. The Brazilian colonial city of Ouro Preto, listed by Unesco as world heritage, is located there. Launched by Editora Senac São Paulo (Senac São Paulo Publishing House), the work finds its origins in folklore and popular culture through living memories and typical dishes from Minas. To show the importance of recovering so many good old recipes, and how much they are in tune with gastronomy and Brazilian rhythms, the twins turned 15 out of the 165 recipes in the book into songs: recipes such as rain cake, banana cake, beans tutu (with bacon and manioc flour) and the cow stuck in the mud (ribs with manioc), with rhythms which range from samba to xote, from tarantela to shindig.

The idea of writing such a unique cook book came up as a tribute to all cooks, very present during the authors’ childhood. The recipes were collected from relatives, family friends, as well as local sweets and tidbit makers. There are six chapters with recipes of cakes, soups, savories, sweets for the holidays, creamy sweets, breads and maize cakes. The reader will find, for instance, recipes for the typical ambrosia – a sweet made with eggs cooked in milk, sugar and vanilla – and the traditional cakes made with typical Minas cheese.

Since childhood, the twins kept up with several folklore festivals in the region, such as Epiphany’s, Divine’s and St. Sebastian’s processions, square dances during June festivals and country balls. This wide regional universe is delicately represented in the book, in a nice mixture of inland cuisine and oral traditions. The cook book contains popular sayings, folksongs, regional superstitions and ballads, which are really part of Minas and so typical in many other regions of Brazil.

The book is livened up with miniature illustrations made in clay by the authors themselves. These craft pieces build the scenario of an inland house, with a firewood stove, the old clay water filter, the stone pans and some street scenes, such as the watermelon seller and the pumpkin trolley.

About the authors

Celia and Celma were still children when they started singing on radio stations and at the circus in Ubá, their hometown. In the show Kid’s Time, the duet became well-known, for singing jingles. They still cook typical food from Minas in a firewood stove, using heavy stone pans, just like their mother did so many times before them. Among their specialties, there are the risotto made in stone pan, the rib in corn meal purée and sauce, and the traditional canjiquinha (grated corn) with small ribs, cow stuck in the mud and chicken with okra. Among the sweet dishes are the recipes for Italian casserole and the banana cake.

Celia & Celma went to Rio de Janeiro to study music at the Villa-Lobos Institute. In 1975 they went to Japan and, at Saci Pererê House, held a show for six months singing Brazilian music. In 1990, they acted in the soap-operas Ana Raio and Zé Trovão, at the extinct TV station Manchete, as Luminada (Brightness) and Luminosa (Luminous). They have already shared the stage with big names of the Brazilian music and comics. Since April 1998 they produce, direct and present the Celia & Celma Program shown on the Rural Channel.

Service:

Minas Finds a Way – Regional Cuisine
Publisher: Senac São Paulo
Authors: Celia and Celma
Price: US$ 30,00


A COZINHA CAIPIRA DE CELIA & CELMA

(1994 - Editora Nova Fronteira –Rio de Janeiro)Mais receitas...

 

Um dia, achamos que deveríamos juntar um monte de receitas da família, das comadres  e das amigas mineiras, selecioná-las e torná-las acessíveis a um maior número de pessoas. Então, botamos a mão na massa e surgiu nosso primeiro livro, “A Cozinha Caipira de Celia & Celma”, com 160 dessas receitas. São comidas de sal, bolos, doces, biscoitos e pães, deliciosos e fáceis de fazer.

O livro é muito elogiado pela simplicidade e pelo resgate das nossas tradições culinárias. Anote algumas das receitas publicadas:

 

Divulgando o livro (A Cozinha Caipira de Celia & Celma).
 

Programa do Jô Programa Ronie Von
Programa da Ofélia Programa do Castrinho

 

 

CAÇAROLA ITALIANA 

5 ovos batidos com 14 colheres de sopa de açúcar, 5 colheres de queijo parmesão ralado, 5 colheres de farinha de trigo, 1 garrafa (600ml) de leite fervente, 1 colher de manteiga. Bata tudo, despejando no final o leite, misturar e cozinhar em banho-maria, em forma untada com manteiga.

 

 

MINEIRO-COM-BOTAS 

12 bananas-nanicas cozidas com 2 xícaras de açúcar (sem água). Faça à parte um creme com ½ litro de leite, 2 gemas, 5 colheres de sopa de açúcar, 1 colher de maisena. Num pirex, arrume uma camada de banana, fatias bem finas de queijo-de-minas, o creme e, por cima de tudo o suspiro feito com as claras que sobraram. Leve ao forno para corar.

 

 

BROA DE FUBÁ COM QUEIJO

2 copos de farinha de trigo, 1 copo de fubá, 1 copo e meio de açúcar cristal, 1 copo de leite talhado ou nata (copo duplo), 2 ovos, 1 colher de sobremesa de fermento em pó, 1 pitada de sal, leite. Coloque numa vasilha o leite talhado (ou a nata), os ovos, o açúcar e misture bem com uma colher de pau. Depois coloque o restante dos ingredientes e, no final, o leite até dar consistência de um mingau grosso. O tabuleiro é médio, untado com óleo de cozinha. Assar por volta de 20 minutos.

PARA VER MAIS RECEITAS CLIQUE AQUI...